---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

saude
Prefeituras de Guabiruba e Botuverá entram em acordo com Hospital de Azambuja

Publicado em 24/01/2020 às 08:49 - Atualizado em 24/01/2020 às 08:49

A reivindicação do Hospital de Azambuja às prefeituras de Guabiruba e Botuverá por um repasse mensal foi tema de uma reunião realizada na tarde desta quinta-feira, 23, no gabinete do prefeito Matias Kohler.

Com ele, representando o município, acompanharam o encontro o vice-prefeito Valmir Zirke, a secretária de Saúde de Guabiruba, Patrícia Heiderscheidt, a secretária de Administração e Finanças de Guabiruba Aline Zem e a procuradora-geral do município Brunelle Stedile de Assis. Estiveram presentes ainda o prefeito de Botuverá, Nene Colombi, a secretária de Saúde de Botuverá Marcia Cansian, o administrador e o advogado do hospital, Evandro Roza e Juarez Piva, além de representantes da diretoria e do corpo clínico do Azambuja.

Conforme explica o prefeito Matias Kohler, atualmente não é feito nenhum repasse por parte das prefeituras para o Hospital de Azambuja, que tem o custeio do atendimento público financiado diretamente pelo Governo Federal conforme preconizam as normas do SUS.

As prefeituras reconhecem que os valores repassados pela União estão defasados e não cobrem os custos de atendimento aos pacientes de Guabiruba e Botuverá. A reunião teve o objetivo de encontrar caminhos para que as administrações municipais possam oferecer esse aporte. “É preciso buscar meios legais para corrigir o problema, já que um repasse direto não é permitido no momento pela legislação”, afirma Kohler.

Uma das formas encontradas foi através da compra de serviços a serem oferecidos pelo hospital às prefeituras de Guabiruba e Botuverá. Essa negociação ainda precisa passar por acertos técnicos e se dará através do CISAMVI (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Vale do Itajaí). O consórcio é responsável por ajudar os municípios da região na gestão integrada da saúde.

O próximo passo será promover um encontro entre os representantes das prefeituras de Guabiruba, Botuverá e Brusque juntamente com os técnicos do CISAMVI para ajustar os detalhes e definir legalmente quais os procedimentos a serem tomados. O convite a Brusque se dará a fim de buscar um maior equilíbrio entre os repasses a serem realizados pelos três municípios que são atendidos pelo hospital.