---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

saude
Vigilância Epidemiológica de Guabiruba encontra 9 focos do mosquito da dengue

Publicado em 03/04/2020 às 10:49 - Atualizado em 03/04/2020 às 11:07


Créditos: Vigilância Epidemiológica / PMG Baixar Imagem

Embora as atenções estejam todas voltadas para a pandemia do coronavírus, a equipe da Vigilância Epidemiológica de Guabiruba mantém o trabalho de prevenção a outras questões que agora estão bem menos em evidência, mas que permanecem igualmente importantes. A dengue é uma delas.

Nove focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor não só da dengue, mas também de outras doenças como zyka, chikungunya e febre amarela, foram encontrados no município. Por isso, a médica veterinária da Vigilância Epidemiológica de Guabiruba Cintia Hinsching alerta: a população precisa ficar atenta para evitar a proliferação do mosquito. “Por causa das chuvas, o verão é mais propício. No entanto, a recomendação é não descuidar nenhum dia do ano e manter todas as ações para evitar os focos”, alerta.

Os focos encontrados até agora estão espalhados pelo Centro (4), São Pedro (3), Aymoré (1) e Imigrante (1). “A forma mais eficaz de combater as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti é evitando que ele se reproduza e isso se faz eliminando seus criadouros. A população precisa ficar atenta a isso”, completa a médica.

Combate aos criadouros

Evitar água parada, limpa ou suja, é o ponto central do combate ao Aedes aegypti. O mosquito deposita seus ovos em qualquer lugar que tenha um mínimo de água acumulada, desde uma fina lâmina até uma grande quantidade.

Veja algumas dicas para não ter em sua casa ou local de trabalho um criadouro do mosquito da dengue:

* Manter bem tampado tonéis, caixas e barris de água

* Lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água

* Manter caixas d’agua bem fechadas

* Remover galhos e folhas de calhas

* Não deixar água acumulada sobre a laje

* Encher pratinhos de vasos com areia ate a borda ou lavá-los uma vez por semana

* Trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana

* Colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas

* Fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais

* Manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo;

* Acondicionar pneus em locais cobertos

* Fazer sempre manutenção de piscinas

* Tampar ralos

* Colocar areia nos cacos de vidro de muros ou cimento

* Não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas

* Vasos sanitários externos devem ser tampados e verificados semanalmente

* Limpar sempre a bandeja do ar condicionado

* Lonas para cobrir materiais de construção devem estar sempre bem esticadas para não acumular água

*Catar sacos plásticos e lixo do quintal.