Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

educacao
Escolas de Guabiruba realizam Semana de Valorização à Deficiência

Publicado em 02/09/2021 às 11:42 - Atualizado em 02/09/2021 às 11:43


Créditos: Escola Rosa Rudolf Nicoletti Baixar Imagem

Na última semana, de 21  a 28 de agosto, foi comemorada a Semana de Valorização à pessoa com Deficiência. A data é de suma importância para as pessoas terem mais conhecimentos e práticas que desenvolvam a inclusão, as diferenças e a empatia pelo próximo. Em cima disso, as escolas da rede municipal participaram da comemoração com atividades e vídeos educativos.

 

Dentre cartazes, atividades e vídeos, os estudantes guabirubenses puderam conhecer mais o modo de vida de uma pessoa deficiente e, assim, aprender a respeitá-la. “Eu aprendi que tem que respeitar bem os colegas especiais, para aprenderem bem e terem segurança”, conta Sofia Baron Bette, aluna do pré III da escola Anna Othilia Schlindwein. As alunas Eloyza e Mariane Gonçalves de Oliveira, de cinco anos, também afirmam ter aprendido muito com a Semana de Valorização às Pessoas Deficientes. “Aprendemos que temos que ajudar os colegas especiais e respeitá-los.”

 

Capacitação de cuidadores

 

Nos dias 25 e 26 também aconteceu a capacitação de cuidadores escolares na Apae de Guabiruba. De acordo com a coordenadora de anos iniciais Raquel Boos “são eles que efetivamente estão no dia a dia com os nossos alunos portadores de necessidades especiais.”

 

A orientadora pedagógica e palestrante Raquel Hoffmann afirma que a capacitação foi um momento de troca com os profissionais da educação especial. “A capacitação para os cuidadores teve como objetivo propiciar conhecimentos teóricos e práticos, a fim de fornecer subsídios para o manejo com a criança/adolescente no ambiente escolar.”

 

A cuidadora escolar da escola Anna Othília Schlindwein Flavia considera valiosa a capacitação. “Todo  conteúdo foi muito assertivo e com certeza iremos pôr em prática. A formação continuada dos profissionais que atuam diretamente com a educação especial é fundamental para que juntos tenhamos um novo olhar sobre as crianças.” A cuidadora também destaca que é também uma boa prática para eliminar preconceitos e estigmas e construir um ambiente com mais empatia.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar