Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

saude
Guabirubense é eleita representante do Vale do Itajaí para Conferência Nacional da Saúde Mental

Publicado em 11/07/2022 às 09:16 - Atualizado em 11/07/2022 às 12:00

Guabiruba teve uma representante na 5ª Conferência Estadual de Saúde Mental, realizada em Florianópolis nos dias 29 e 30 de junho. O evento tem como objetivo propor diretrizes para a Formulação da Política Nacional de Saúde Mental.

 

Eulania Santos Lima, do bairro São Pedro, é natural da Bahia mas mora em Guabiruba há oito anos. Por sua característica comunicativa, ela foi escolhida para representar o município e já passou por três etapas. Paciente do CAPS e representante dos usuários do SUS, na fase estadual Eulania foi eleita delegada e irá representar o Vale do Itajaí na etapa nacional, que deve acontecer de 8 a 11 de novembro. “Está sendo uma experiência incrível ser representante na conferência. Eu luto e acredito que as pessoas podem aprender a conviver com a suas doenças, porque se eu consegui, todo mundo também consegue.”

 

Eulania foi diagnosticada com Transtorno Bipolar há 10 anos e já passou por diversos profissionais e Centros de Atenção Psicossocial. “Foi no CAPS de Guabiruba que eu consegui o equilíbrio para minha vida. Tratando o meu transtorno, eu concluí uma graduação em Design de Moda e agora estou cursando uma nova graduação em Serviço Social. Aprendi a controlar as minhas emoções e crises de ansiedade. Eu aprendi a conviver com a minha doença.”

 

A quinta conferência tem como tema “A Política de Saúde Mental como Direito: Pela defesa do cuidado em liberdade, rumo a avanços e garantia dos serviços da atenção psicossocial no SUS”. Ela também busca “Fortalecer e garantir Políticas Públicas: o SUS, o cuidado de saúde mental em liberdade e o respeito aos Direitos Humanos”, tendo como eixos o Cuidado em Liberdade como Garantia de Direito à Cidadania; a Gestão, financiamento, formação e participação social na garantia de serviços de saúde mental; a Política de saúde mental e os princípios do SUS: Universalidade, Integralidade e Equidade; e os Impactos na saúde mental da população e os desafios para o cuidado psicossocial durante e pós-pandemia.

 

Na etapa estadual, que recebeu mais de 300 pessoas, Eulania analisou e votou projetos acerca do desenvolvimento da Saúde Mental no Brasil. Para Luiza Correa de Lyra Holz, psicóloga e coordenadora do CAPS, a participação da paciente é de grande importância para o município, tendo em vista a conferência como espaço de construção e atualização participativa das políticas públicas no campo da saúde mental. “Como representante de Guabiruba e dos usuários do SUS, acredito que a Eulania vai trazer mais visibilidade para nós, que trabalhamos com saúde mental e também maiores esclarecimentos para a população, desmistificando o paciente caps”, finaliza.

 

Saiba como funciona o CAPS de Guabiruba

 

O CAPS, Centro de Atenção Psicossocial, é um serviço para a saúde mental do Sistema Único de Saúde, SUS. É um lugar de referência e tratamento para pessoas com grave sofrimento psíquico, cuja severidade ou  persistência demandem cuidado intenso, incluindo os transtornos relacionados às substâncias psicoativas (álcool e outras drogas).

 

Guabiruba possui o CAPS I, localizado na Rua Guabiruba Sul, nº 3574, em frente à Rua da Escola Anna Othília Schlindwein. Nele, são prestados serviços gratuitos de acolhimento, atendimentos individuais, em grupos e oficinas. 

 

Podem ser pacientes do CAPS crianças, adolescentes, adultos ou idosos com grave sofrimento psíquico, cuja severidade ou persistência demandem um cuidado intenso, incluindo os transtornos relacionados às substâncias psicoativas (álcool e outras drogas).

 

Em caso de uso abusivo de álcool e outras drogas, o paciente poderá procurar diretamente o CAPS. Em caso de outros transtornos psicológicos, o cidadão guabirubense deverá realizar, primeiramente, uma avaliação com o médico clínico geral na Unidade Básica de Saúde do seu bairro e, conforme necessidade, será encaminhado ao CAPS.

 

Mais informações diretamente com o CAPS pelo 47 3308-3168 ou WhatsApp 47 9 9165-0589. Expediente de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h.