---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

administração
Carnês de IPTU estarão disponíveis a partir de quarta-feira

Publicado em 14/01/2019 às 09:40 - Atualizado em 18/01/2019 às 16:30


Créditos: Valci Santos Reis/PMG Baixar Imagem

Clique aqui para imprimir seu carnê de IPTU

 

Os carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2019 de Guabiruba estarão disponíveis a partir de quarta-feira, 16 de janeiro, pela internet e na Escola Básica Municipal Professor Arthur Wippel (rua 10 de Junho, nº 1260, Centro) das 8h às 12h e das 13h30 às 17h. Na escola, os carnês impressos poderão ser retirados até o dia 1º de fevereiro.

 

A secretária de Administração e Finanças, Aline Zem, explica que as pessoas devem chegar ao local e observar os cartazes com as letras ao lado das salas de aula e encontrar aquela que corresponde à inicial de seu nome. Ela também destaca a facilidade que o cidadão possui ao imprimir diretamente o carnê pela internet. “Não é necessário o contribuinte se deslocar para retirar o carnê físico. Basta acessar o site da prefeitura para imprimir ou apenas consultar seu carnê, como vem ocorrendo nos últimos anos”, orienta.

 

O reajuste do IPTU 2019 foi de 4,56%, conforme Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), acumulado de novembro de 2017 a outubro de 2018.

 

A previsão é de que sejam arrecadados em torno de R$ 2,3 milhões com os quase 12 mil carnês emitidos.

 

 

Formas de Pagamento

 

Se o pagamento for à vista e até 15 de março, a Prefeitura oferece um desconto de 20%. Se for quitado em cota única até 15 de abril, o desconto é de 10% e se for até 15 de maio, o contribuinte paga o valor do imposto sem descontos e sem acréscimos.

 

Há possibilidade de parcelamento em até cinco vezes, desde que a parcela seja igual ou superior a R$ 50. As isenções devem ser requeridas anualmente e nos casos em que forem verificadas inconsistências no lançamento, o contribuinte deve informar o Setor de Tributação da Prefeitura de Guabiruba.

 

Mais informações pelo telefone 3308-3100 com o Setor de Tributação ou no Decreto 1004/2018, que dispõe sobre a arrecadação IPTU, do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), da Taxa de Licença para Localização e Funcionamento (TLL) e da taxa de Vigilância Sanitária (TVS) para o exercício fiscal de 2019.