---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

administração
Equipe da Prefeitura de Guabiruba explica como funciona a administração pública à comitiva alemã

Publicado em 02/08/2019 às 13:35 - Atualizado em 02/08/2019 às 13:35


Créditos: Valci S. Reis/PMG Baixar Imagem

O primeiro compromisso oficial da Prefeitura de Guabiruba com os três alemães de Karlsdorf-Neuthard em visita à cidade ocorreu nesta manhã no salão nobre. Acompanhado de secretários, diretores e do vice Valmir Zirke, o prefeito Matias Kohler deu as boas-vindas ao prefeito de Karsldorf-Neuthard Sven Weigt, ao chefe do Gabinete Técnico de Construção Benjamin Ziefuss e ao chefe de Finanças Roland Milani, abrindo as atividades.

A reunião de hoje teve o objetivo de explicar sobre o funcionamento dos serviços públicos e da administração municipal de Guabiruba. Conforme explica o prefeito Matias Kohler, essa etapa é muito importante para que os projetos a serem elaborados pelas duas prefeituras tenham confluência e sejam compatíveis com ambas as realidades.

Em maio, uma comitiva de Guabiruba esteve na Alemanha e conheceu o funcionamento da administração pública de lá. “Agora é o momento de apresentarmos a eles como nós trabalhamos”, completa.

Depois da fala de Kohler, a secretária de Administração e Finanças Aline Zem detalhou os números financeiros da Prefeitura, mostrando como são arrecadados, aplicados e controlados os recursos, além de falar sobre cada um dos setores da administração pública guabirubense.

Em seguida, a secretária de Meio Ambiente Bruna Ebele explicou sobre as atividades da sua pasta, com imagens dos vários projetos relacionados ao meio ambiente que vêm sendo executados na cidade. Na sequência, foi a vez de William Schlindwein, secretário de Planejamento Urbano e Infraestrutura, e Alfred Nagel Neto, secretário de Educação.

Parcerias Municipais para o Clima

A vinda da comitiva alemã para Guabiruba faz parte das atividades estabelecidas pelo programa Parcerias Municipais para o Clima, fomentado por três agências governamentais da Alemanha: Engagement Global, Servicestelle (Centro de Serviços para os Municípios em Um Só Mundo) e Landesarbeitsgemeinschaft (Agenda 21). As duas últimas são financiadas pelo Ministério de Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha.

Tal programa surgiu a partir da necessidade sentida pela Europa de promover ações de mitigação aos efeitos do aquecimento global. “Como a Europa se desenvolveu antes, acabou utilizando antes seus recursos naturais e hoje sente o aquecimento global com ainda mais força. Nós ainda temos muito preservado e por isso há o interesse de contribuir para que nosso desenvolvimento seja sustentável e, assim, o planeta sofra menos”, explica o prefeito Matias Kohler.

Os alemães permanecem na região até o dia 11 de agosto. Durante esse período, eles participam de várias reuniões e visitas técnicas, passeios, encontros oficiais e também participam de momentos de lazer.