---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

administração
Comunidade do Lageado Alto participa de cerimônia de entrega de pavimentação e monumento cultural

Publicado em 06/10/2019 às 13:55 - Atualizado em 06/10/2019 às 13:55


Créditos: Valci S. Reis/PMG Baixar Imagem

Na manhã deste domingo, 06, a comunidade do Bairro Lageado Alto se reuniu para uma solenidade que entregou algumas obras e benfeitorias na localidade. A ocasião inaugurou o monumento em homenagem à imigração italiana em Guabiruba, o paisagismo no entorno do Memorial Ítalo-Guabirubense Sacristão Francesco Celva bem como a sua pintura externa e as obras de pavimentação de parte da Rua Geral Lageado Alto.

Diferentes ações foram executadas simultaneamente até chegar ao resultado do que foi entregue neste domingo. A pavimentação de aproximadamente 400 metros da via foi a contribuição da Prefeitura de Guabiruba para o projeto com um investimento de cerca de R$ 280 mil. “Entendemos que era uma obrigação da administração pública e uma forma de reconhecer a participação dos italianos e seus descendentes na construção de nossa cidade. Este é o primeiro memorial em Guabiruba e hoje ele se torna mais uma referência turística que irá atrair pessoas de outros municípios. Essa pavimentação não só melhora o acesso para a visitação ao museu como também oferece mais qualidade de vida à população”, afirma o prefeito Matias Kohler.

Outro projeto inserido no evento foi o monumento em homenagem à imigração italiana em Guabiruba, idealizado pelo diretor administrativo da Associação Cultural Italiana de Guabiruba (ACIG) Amilton Stedile. Sua ideia foi dar a forma de um grande caldeirão de polenta ao monumento que teve o financiamento do Fundo Municipal de Apoio à Cultura de Guabiruba para a sua fabricação.

Em seu discurso, Stedile explicou o porquê de ter escolhido a polenta para homenagear os imigrantes italianos contando a história da sua própria família. Muitos dos presentes se identificaram com a narrativa que lembrou dos tempos em que a polenta era o principal – senão o único – alimento das famílias de origem italiana, sendo servida no café da manhã, no almoço e no jantar com adaptações criativas inventadas pelas “nonnas” para que seus filhos e netos pudessem ao menos desfrutar de variações da iguaria.

Esse foi um dos momentos mais emocionantes do evento, quando Stedile convidou sua avó, Esmeralda, para com ele descerrar o monumento que está instalado em frente ao memorial enquanto o coro de música italiana cantava a canção “La Bella Polenta”. “Para mim, foi um momento muito especial porque, além de homenagear os descendentes dos imigrantes italianos em Guabiruba, também pude prestar uma homenagem à minha nona, à minha família e dessa forma, contar parte da história do nosso município”, enfatiza.

Também foi entregue na ocasião a pintura externa das instalações do Memorial Ítalo-Guabirubense Sacristão Francesco Celva. Sua execução teve o apoio e parceria das empresas Akzo Nobel (Tintas Coral) e Stedile Materiais de Construção e Acabamentos, que forneceram todo o material para a pintura. A comunidade entrou com a mão de obra voluntária e várias doações de peças e projetos de decoração deixando tudo pronto para ser inaugurado.

Consulado da Itália presente no ato

Uma das autoridades convidadas para a solenidade foi a correspondente consular honorário da Itália no Brasil Norma Maria da Rui. Essa foi sua terceira visita a Guabiruba. Nas duas vezes anteriores, ela esteve na Festa Italiana, também no Lageado Alto. Norma se disse espantada com a beleza do lugar e com a união e receptividade de uma comunidade tão afastada do centro urbano do município. “Aqui é muito bonito e as pessoas são muito acolhedoras. Estão todos de parabéns”, afirma.

Próximos passos

De acordo com Amilton Stedile, as visitas ao memorial necessitam de agendamento prévio, no entanto, a ideia é em breve passar a abri-lo dois domingos ao mês para que comunidade e turistas possam conhecê-lo. A catalogação de todo o seu acervo bem como o recolhimento de novas doações são outras das ações para curto prazo.